terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Condicionamentos Sociais.

A Chave para a Mecanização ou Liberdade Existencial


Estimados Amigos,

O processo coletivo de manifestação dos comportamentos e atitudes humanos é diretamente proporcional à repetição de padrões de conduta prevalecentes no meio onde a pessoa vive, ou seja, quase inconscientemente, cada ser humano é condicionado a viver segundo às normas vigentes em sua comunidade.

A importância do entendimento desta, quase invisível, mas sutilmente perceptível, força que direciona a caminhada de uma pessoa é a chave que brinda ao ser humano à possibilidade de, num maior grau, possuir uma consciente deliberação sobre os passos que ele deseja percorrer na senda de sua vida.

Essencialmente, desde o nascimento, uma pessoa é exposta à uma miríade de sinais, símbolos, procedimentos, gestos e conceitos, tanto verbais quanto visuais que, de uma forma ou outra, representam ou evocam os valores, os preconceitos, os estilos, as crenças, o modus pensanti, as ações e as reações e, como consequência, a maneira como a pessoa relaciona-se com ela mesma, com o mundo ao seu redor e com a divindade da manifestação.

Como isto acontece?

Por natureza, o primeiro meio de aprendizagem de uma criança é via percepção direta e repetição, ou seja, tudo aquilo que a criança vê, ouve e sente, similar à um imitador, ela torna a fazer o que foi observado num processo naturalmente mecânico, ou seja, desprovido de uma consciência que tenha capacidade de discernir entre o que é certo ou errado, correto ou incorreto, absoluto ou relativo.

Então, com a contínua exposição à tais modus vivendi, o indivíduo cresce e, mesmo incônscio, formata a maior parte da estrutura que forma sua personalidade. Felizmente, tal construção não é definitivamente sólida e imutável, mas, indubitavelmente, necessita muito esforço, desejo e persistência, para uma re-orientação.

Assim sendo, é de vital importância que os pais, assim como a sociedade em geral, tenham consciência dos tipos de mensagens, por meio de conceitos, atitudes e comportamentos, que eles estão enviando às suas crianças, aos seus adolescentes e aos seus jovens, pois tais comunicações são as bases da arquitetura vivencial do futuro adulto.

Basicamente, se uma criança esta diariamente exposta à uma realidade violenta, ou à comportamentos conflitivos, ou à ausência da presença familiar, existe uma imensa possibilidade de que tal processo se perpetua em sua idade adulta. Por outro lado, se uma criança é educada num berço dócil, respeitador, apoiador e amoroso, quase que inevitavelmente, ela propagará tal realidade no transcurso de sua vida.

Além disso, as primeiras exposições humanas com o mundo também condicionam o meio como o indivíduo percebe a idéia de relacionamentos, de responsabilidades, de amizades, de respeito, de atitudes e ações valoralmente íntegras, de patriotismo, de como ele busca tornar seus sonhos realidades, da importância da constante busca pelo conhecimento e pelo aprimoramento pessoal, assim como da maneira como ele trata outrem, como ele percebe e interage com a natureza e os animais, do seu papel no esquema universal e, muito importante, como ele compreende a presença da divindade na arquitetura cósmica.

Portanto, quando uma pessoa, a partir do momento que o discernimento torna-se realidade em seu quotidiano, consegue refletir sobre o quanto a presença, ou ausência, de certos valores, atitudes e comportamentos influenciam, tanto limitando quanto expandindo, a maneira como ela vive, tal indivíduo acaba de encontrar o segredo do quebra-cabeças que forma toda a sua vivência e, consequentemente, tal indivíduo torna-se desprovido das amarras que o condicionam e, inevitalvemente, torna-se livre para dar direção à sua própria caminhada consciente de que, condicionamentos, são resultados de comportamentos coletivos que, com o passar do tempo, podem ser modificados. Assim sendo, além de adquirir certa autonimia sobre sua vida, tal pessoa torna-se, também, um modelo para muitas pessoas e vindouras gerações.

Desta maneira, desejos-vos uma semana repleta de reflexões sobre os condicionados comportamentos que possam existir em vossos pensamentos e ações, deliberada destreza para modificar o que lhes é indesejável e ousadia para ser livre.

Com amor e carpe diem,

Tadany

Nenhum comentário: