quarta-feira, 13 de maio de 2009

Base do Amor

Mais que a dor, o amor:
ele liberta, seca feridas, cura, rompe barreiras, derruba fronteiras,
faz os corpos se tocarem, num abraço demorado.
E os olhos se enchem d'água, marejados,

o amor escancara a alma, nos deixa renovados.


Por isso, antes da discussão, uma oração.

Antes da palavra dura, um pensamento,

antes da ação, um tempo para reflexão.

Antes do ódio sem rumo, o perdão.

Antes da reclamação vazia, o agradecer,

antes da comparação que fere, o enaltecer.


É tempo de atitudes solidárias,

tempo de estender a mão generosa,

tempo de gestos largos e carinhosos,

sorrisos que contagiam, mãos que se tocam.

É tempo de acolher a dor do próximo,
numa troca de emoções que salvam.

É tempo de proclamar Jesus Vivo,

O que nunca se ausentou, nunca morreu,
não foi, porque nunca deixou de estar aqui.

É tempo de viver a Graça,
pela Graça,
com graça,
na certeza de não estar só.


É tempo de permanecer no amor,
pois o amor nos libertará.


Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke


Com carinho...
Xêro
Raquel

2 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O amor liberta, mas quando acorrenta é uma delícia...

Ei, ameeeeeeeeeeeeei o selo. Sou suspeita pra falar, pois adoro essa forma de carinho.

Quer saber?

Adoro suas visitas, de verdade, viu?

Coloquei seu selo no nosso blog de selos, confere:

http://selospremiosmimos.blogspot.com/

Beijo grande.

Rebeca

-

Rosalin disse...

Quel

já fiz minha postagem do tertúlia virtual... vai olhar...